Museu do Tribunal de Justiça

Rua Conde de Sarzedas, 100 – Sé – São Paulo
Próximo ao Metrô da Sé

Segunda a Sexta: 11h às 17h
FREE

Agendamento para grupos: (11) 3295-5819

Quando ouvimos sobre o Museu do Tribunal de Justiça, pensamos em um lugar chato, com pouca coisa, bem certinho e uma arquitetura moderna, mas ao chegarmos já nos depararmos com um Castelo lindíssimo e percebemos que não seria nada do que havíamos pensado.

Descobrimos que aquele castelo era conhecido também como “Castelinho do Amor”, ficamos curiosos para saber o porque desse apelido, então conhecemos a história de Luís e Marie.

Aos 60 anos Luís de Lorena Rodrigues Ferreira, descendente do Conde de Sarzedas, apaixonado por Marie Louise Dellanger, uma francesa, quis fazer uma casa confortável para sua futura mulher, então mandou construir o “Castelinho do Amor” provavelmente no ano de 1891.

Depois de sua morte, sua esposa, filho e nora continuaram morando no local até 1939. Em meados de 2000 e 2001 o Edifício foi restaurado e tombado, passou a ser sede do Museu apenas em 2007.

O acervo do museu é riquíssimo, abriga núcleos culturais que retratam a evolução do Poder Judiciário Paulista. Possuí muitos objetos, móveis, quadros, livros, vestimentas, alguns processos que chocaram o país e muita curiosidade, além da lindíssima arquitetura, tanto na parte externa como na parte interna.

É uma pena estar fechado aos finais de semana, mas vale a pena aproveitar um dia livre da semana para conhecer esse museu.

Confira também:

Museus c/ entrada gratuita em SP
Museus pouco conhecidos em SP
10 Casas/Museu em SP

Confira essas dicas também