Conheça 10 Casas que viraram Museus em São Paulo

Um de nossos passeios preferidos em São Paulo é visitar Casas antigas que hoje são Museus abertos para visitação.

A sensação que se tem ao entrar numa casa que provavelmente foi construída muito antes de nascermos e pensar que ali morou pessoas importantes da história do nosso país, imaginar quantas coisas já aconteceram ali, quanta história tem naquele lugar, sério… é muito legal.

Por isso fizemos uma listinha com 10 dessas casas que viraram museus em São Paulo, confira as dicas abaixo.

1 – Fundação Ema Klabin

A Casa de Ema Gordon Klabin se tornou um museu aberto à visitação pública em 2007. A casa abriga um valioso acervo, entre ele, pinturas dos brasileiros Tarsila do Amaral e Candido Portinari, além de um incrível mobiliário de época, peças arqueológicas e decorativas.

2 – Fundação Maria Luisa e Oscar Americano

A antiga residência do casal Maria Luisa e Oscar Americano, além do famoso brunch servido no Salão do Chá, a casa abriga a coleção artística particular da família com ítens raríssimos do Brasil. Também possui um parque enorme, que é uma das mais importantes reservas ecológicas da cidade de São Paulo.

3 – Casa de Vidro

A Casa de Video, antiga residência do casal Lina Bo (arquiteta que projetou o MASP) e Pietro Maria Bardi, ganhou este nome por causa de sua fachada toda de vidro, construída entre 1950 e 1951 no loteamento de uma antiga fazenda, na região do Morumbi. Hoje ela é aberta para visitas guiadas gratuitas.

4 – Museu da Energia

O Museu da Energia de São Paulo foi inaugurado em junho de 2005, possui equipamentos eletrônicos bem antigos. O edifício foi construído entre 1890 e 1894, foi residência de Henrique Santos Dumont, irmão do aviador Alberto Santos Dumont.

5 – Casa das Rosas

A Casa das Rosas foi residência da Lúcia Azevedo, filha do famoso arquiteto Ramos de Azevedo, onde moraram até 1986. Apenas em 1991 a casa se tornou espaço cultural. Além dos lindíssimos jardins o espaço também oferece diversas ações culturais.

6 – Casa da Imagem / Casa Nº 1

A Casa da Imagem, também conhecida como a Casa nº 1 pela numeração que recebeu na época de sua construção, foi destinada a abrigar o projeto Casa da Imagem, onde abriga diversas exposições no centro de São Paulo.

7 – Solar da Marquesa de Santos

A Solar da Marquesa de Santos recebeu esse nome por ter sido a antiga residência da Marquesa de Santos. A casa já sofreu várias alterações ao longo do tempo devido às mudanças de proprietários. Já serviu de escritório para The São Paulo Gaz Company, como sede da Secretaria Municipal da Cultura e hoje abriga exposições e itens da época.

8 – Casa Mário de Andrade

Foi a antiga casa do escritor e intelectual Mário de Andrade, localizada na Barra Funda, hoje é composta por ambientes decorados com itens pessoais e por uma oficina que tem sua programação voltada para áreas específicas do texto e da literatura.

9 – Casa Guilherme de Almeida

Foi a residência onde Guilherme de Almeida viveu nos seus últimos anos, a casa abriga o acervo composto de objetos que pertenceram ao poeta, tradutor, jornalista e advogado paulista, com ambientes ricamente decorados.

10 – Museu Lasar Segal

O Museu Lasar Segall, idealizado por Jenny Klabin Segall – viúva de Lasar Segall – foi criado em 1967, por seus filhos. Está instalado na antiga residência e ateliê do artista, projetados em 1932.

Confira essas dicas também