5 lugares em Curitiba para se sentir em outro País

Curitiba é a cidade que mais abraça seus imigrantes. Imigrantes vindo de toda parte (Alemães, Poloneses, Italianos, Ucranianos, Japoneses e muitos outros) foram chegando e juntos influenciaram de forma marcante a cultura da cidade.

Quando visitamos Curitiba o que mais nos chamou a atenção foram os lugares de nacionalidades diferentes, achamos muito legal em ver como Curitiba tem esse interesse e cuidado de preservar a memória dos imigrantes que ajudaram a fazer essa cidade ser tão incrível!

E graças a eles, hoje temos tantos lugares incríveis para conhecer, confira abaixo os 5 lugares que fazem você se sentir em outro país e o melhor, sem gastar nada:

1 – Bosque João Paulo II / Memorial da Imigração Polonesa

O Memorial da Imigração Polonesa foi inaugurado em 1980, após a visita do Papa João Paulo II a Curitiba. Lá você encontra casinhas típicas construídas pelos poloneses, com troncos de pinheiro encaixados, calçadas de pedra, equipamentos e utensílios usados pelos poloneses são expostos para visitação. E também acontecem várias festas típicas durante o ano todo.

2 – Praça do Japão

A Praça do Japão é uma homenagem aos imigrantes japoneses que chegaram a Curitiba em 1910. Tem uma casa estilo japonesa dentro da praça onde funciona uma lojinha que vende diversos souvenirs japoneses. Na praça você também encontra cerejeiras que foram enviadas diretamente do Japão, jardins lindos e lagos que completam esse cenário incrível.

3 – Memorial Ucraniano

O Memorial Ucraniano foi inaugurado em 1995 em homenagem ao centenário da chegada dos imigrantes em Curitiba. Além da arquitetura ucraniana, você pode conhecer um pouco mais a história e a cultura deles experimentando os doces típicos que são vendidos em uma loja que fica ao lado do memorial (réplica de uma casa típica dos imigrantes) e também comprar umas lembrancinhas típicas como a pêssanka (ovos pintados a mão).

4 – Bosque Alemão

O Bosque Alemão foi inaugurado em 1996 em homenagem aos imigrantes Alemães. Durante o passeio você passa por várias coisas relacionadas a cultura alemã como: o Oratório de Bach; a Torre dos Filósofos onde fica o mirante; a história de “João e Maria” contada através de painéis de azulejo e no final fica o portal da antiga entrada da Casa Milla, construída no início do século XX.

5 – Museu Egípcio

O Museu Egípcio foi criado em 1990 para mostrar um pouco a história do mundo egípcio, você tem a sensação de estar dentro das Pirâmides, com réplicas de artefatos arqueológicos e até uma múmia real feminina com cerca de 2.700 anos.

Confira essas dicas também